Crie uma loja virtual: passo a passo

Esse artigo foi feito para mostrar os principais pontos que devem ser observados para quem deseja abrir uma loja virtual, e como tornar ela, um negócio de sucesso. Para um leigo, esse pode parecer um desafio impossível de ser vencido, mas vou mostrar para você que não é algo tão difícil assim, só depende do método que será utilizado. Com o crescimento de aparelhos eletrônicos nos últimos anos, é evidente que empreendedores, cada vez mais busquem saber como abrir uma loja virtual.

6 passos de como abrir uma loja virtual

Para abrir um e-commerce envolve várias etapas. Seria leviano dizer que esse processo seria finalizado de uma hora para a outra, um erro muito comum entre os novos empreendedores do varejo online. Essas etapas são:

  1. Planejamento e análise da proposta de criação da loja virtual;
  2. Escolha da plataforma de e-commerce e seus sistemas acessórios;
  3. Determinação das formas de pagamento que serão utilizadas;
  4. Escolhas dos sistemas de segurança para o e-commerce;
  5. Estratégia de marketing digital a ser dotada;
  6. Processo de logística a ser utilizado.

1.     Planejando a sua loja virtual

A parte mais importante de um projeto de e-commerce é justamente o planejamento. Não há como ter um e-commerce de sucesso sem que se faça um investimento sério no planejamento de toda a operação. Dê preferência aos nichos de mercado, pois neles você encontrará uma competição bem menor, portando, você terá maiores chances de sucesso. Detalhe em seu plano de negócio para e-commerce quais são as necessidades do seu público alvo, para só depois decidir sobre seu mix de produtos.

2.     Escolha do sistema de e-commerce a ser adotado

O primeiro desafio para quem deseja saber como montar um e-commerce, é descobrir como escolher a plataforma, pois ela é o sistema central de qualquer loja virtual. Felizmente hoje em dia contamos com diversas opções de sistema para criação e gerenciamento de lojas virtuais, o importante é identificar qual atende suas necessidades.

A escolha do sistema não pode ter como foco apenas suas necessidades iniciais, mas deve ser pensado também nas necessidades que virão com o crescimento do negócio. É importantíssimo analisar detalhadamente as diversas opções disponíveis no mercado, pois a troca de plataforma de e-commerce é sempre um transtorno. Basicamente, existem três tipos de plataformas são elas: Plataforma de código aberto, plataformas alugadas, plataformas personalizadas.

Loja virtual

3.     Formas de pagamento para sua loja virtual

Outro ponto que também requer bastante atenção é na hora de determinar as formas de pagamento que sua loja irá oferecer. Existem três opções para a sua loja, são elas: Intermediadores de pagamento, Gateways de pagamento e a Interação direta com as operadoras.

A melhor forma para quem está iniciando são os intermediadores de pagamento (empresas que terceirizam todo o processo de pagamento), como o PagSeguro e o PayPal, pois além de oferecer várias formas de pagamento (cartão de crédito,  boletos bancários e débitos em conta), fazem uma análise anti fraude, reduzindo sensivelmente a possibilidade de chargeback (estorno).

Os gateways de pagamento fazem a interação da loja com as administradoras e são mais indicados para as lojas com um volume de venda maior.

Em uma etapa mais avançada, temos a opção de interação com as operadas, como Cielo e Rede.

 

4.     Sistema de segurança para o e-commerce

A segurança do seu e-commerce que envolve a questão da forma de pagamento e até mesmo a integridade de sua loja virtual. Se você optar como forma de pagamento os gateways ou a interação direta com a operada, você precisará de um sistema antifraude, para evitar problemas como cartões roubados, clonados e outras tantas formas de fraude no e-commerce . A segurança da loja, também conquista a confiança dos usuários, o que afeta diretamente a taxa de conversão da loja.

 

5.     O marketing para uma loja virtual

Quem está interessado em saber como abrir uma loja virtual, também tem que estar preparado para saber como divulgar, já que hoje em dia essa é a etapa mais importante do que a criação da loja em si. Em um mercado tão competitivo, se destacar entre os milhares de lojas existentes, é cada vez maior. Em primeiro lugar, devemos criar um plano de marketing digital, para que possamos ter uma idéia de todas as ações que serão necessárias para divulgar a loja e calcular os custos disso.

Logistica para loja virtual

 

6.     Definições de logística para a loja virtual

Para fechar esse assunto irei falar sobre a questão da logística no e-commerce. Muitos empreendedores acreditam que a logística de uma loja virtual é apenas entregar a mercadoria vendida, um engano que pode custar bastante caro. A principal fonte de reclamação do cliente em qualquer loja virtual é a logística. Por isso, você deve definir muito bem qual o tipo de estratégia para entrega que irá adotar em sua loja, seja o uso do Correio ou Transportadora. Se optar por Transportadora, aconselho que feche contrato com uma que já esteja no seguimento, para evitar péssimas surpresas.

 

Agora que você já o passo a passo para montar sua loja virtual, basta se planejar, montar seu negócio e colocar a mão na massa. Até breve!

Comentar